A Optimus estima que a fusão com a ZON esteja concluída no final de agosto, início de setembro, depois da conclusão da análise da Autoridade da Concorrência aos comentários dos contra-interessados.

"Estamos na fase final do processo [de fusão]. A Optimus acordou remédios com a Autoridade da Concorrência para eliminar as preocupações da operação. Esta foi sujeita a um teste de mercado e comentários dos contra-interessados. Estes foram entregues até 11 de julho e agora esperamos o processo de decisão, que será a qualquer momento. Depois irá para consulta pública, que demora mais dez dias e em seguida é publicada a decisão final que esperamos que seja uma posição positiva a esta operação", disse Miguel Almeida, presidente-executivo da Optimus, em conferência telefónica com analistas. "Esperamos que o processo esteja concluído no final de Agosto no início de Setembro e aí estaremos em condições de avançar com a fusão", calculou o gestor.

Já na quarta-feira, na conferência telefónica de resultados da ZON, Rodrigo Costa, presidente-executivo da empresa, tinha estimado o mesmo calendário mas não se quis comprometer, frisando que a operação está nas mãos da concorrência. Questionado pelos analistas sobre os remédios da operação, que incidem praticamente só sobre a Optimus, Miguel Almeida fez saber que "os compromissos foram a nossa proposta à Autoridade da Concorrência para fechar a operação mas esta não está finalizada. Não sabemos se será isso a ser aplicado. Só vamos falar sobre isso só quando a operação estiver fechada", afirmou. No que toca a mais sinergias além das já anunciadas, Miguel Almeida afirmou que não há nada mais a acrescentar além do que já foi referido porque só quando a operação avançar se fará a análise em detalhe.

Fonte: Económico

Categorias: ,

Sem comentários:

MEO
NOS
TDT
Comentários
Comentários