Bruno de Carvalho vai deixar cair o modelo definido pela anterior direção do Sporting para a televisão do clube, o que adiará o arranque do canal – previsto para agosto de 2013. Segundo fonte oficial de Alvalade, a atual direção considerou que o projeto elaborado por Godinho Lopes e Rui Paulo Figueiredo "não era viável" e está, neste momento, a efetuar uma reestruturação profunda.

A mesma fonte explicou que, ao contrário do que estava previsto no modelo anterior, "o canal não vai ficar integrado na Sporting COM", empresa criada pela direção de Godinho Lopes que reúne todo o universo de comunicação do clube. Existe até a possibilidade de essa empresa vir a ser extinta, caso a atual direção considere que não é rentável, algo que se encontra em análise, tendo inclusive o clube avançado já para a rescisão de contrato com alguns dos funcionários da Sporting COM. A fonte contactada assegurou que o "canal vai ser uma realidade o quanto antes", embora ainda não estejam definidos prazos para o arranque das emissões. "Neste momento, existem outras prioridades", explicou.

De acordo com o modelo anterior, a Sporting TV teria um orçamento entre os três e os quatro milhões de euros anuais, com sede e estúdios em Alvalade e pontos de direto em Alcochete. Estavam previstas emissões dos jogos em casa da equipa B, das equipas da formação e das modalidades, programas sobre a história do clube e dos núcleos e ainda debates.

Fonte: CM

Sem comentários:

MEO
NOS
TDT
Comentários
Comentários