O projeto da Sporting TV já não arrancará no primeiro semestre deste ano, como anunciado em 2012, devido à demissão de Godinho Lopes e à marcação de novas eleições. Agosto é agora a data desejada pelos responsáveis da SportingCom, empresa criada para gerir este processo, sendo que tudo ficará nas mãos da nova direção.

Fonte da SportingCom revelou que, até ao momento, ainda não aconteceu nenhum encontro com responsáveis das três candidaturas à presidência do clube (Bruno de Carvalho, Carlos Severino e José Couceiro), sendo que o futuro presidente é que terá de aprovar o nome do diretor do canal, um fator essencial para que possa ser pedida licença de emissão à Entidade Reguladora para a Comunicação Social.

Entretanto, existe já um memorando assinado com a Zon, que chegou a adiantar verbas para a compra de equipamentos e realização de obras, sendo que estas não foram usadas. Com a PT, o acordo está pronto, mas a assinatura foi suspensa até se saber qual será a nova administração, diz a mesma fonte.

Neste momento, decorrem trabalhos a nível técnico e de arquitetura da estação, sendo que a SportingCom não quer "fazer nada que comprometa" a próxima direção. O objetivo é lançar a estação até ao arranque da época desportiva de 2013/14. O canal, com um orçamento entre três e quatro milhões anuais, terá sede e estúdios em Alvalade e pontos de direto em Alcochete, e vai emitir os jogos em casa da equipa B, das equipas de formação e de modalidades, além de programas sobre a história do clube, dos núcleos e debates.

Fonte: CM

Sem comentários:

MEO
NOS
TDT
Comentários
Comentários