O Económico TV e o Porto Canal querem trabalhar a partir do Parlamento com condições iguais às que são concedidas aos canais generalistas. Depois da autorização concedida ao Correio da Manhã TV (CM TV) para beneficiar das instalações e do alargamento da rede de distribuição interna do sinal da AR TV - que até aqui só estavam disponíveis para RTP, SIC e TVI -, o ETV (canal do grupo do Diário Económico) pediu esclarecimentos à Assembleia e decidiu enviar uma queixa formal à Entidade Reguladora da Comunicação Social (ERC).

O mesmo pedido já tinha sido remetido ao Parlamento pelo Económico TV em 2010, quando arrancaram as emissões do operador, tendo sido recusado por "questões financeira e de limitação física" da Assembleia da República. Raúl Vaz, diretor-executivo do canal, recorda que, numa reunião com os responsáveis da divisão de redação e apoio audiovisual e da divisão de relações públicas, ficou acordado que o ETV teria de aguardar pela disponibilidade logística e financeira do Parlamento. Na sequência deste contacto, foi apenas concedido ao canal a autorização para a cedência do sinal da AR TV.

Fonte: Económico

Categorias: ,

Sem comentários:

MEO
NOS
TDT
Comentários
Comentários