O pedido de derrogação do dever de lançamento de OPA na fusão entre a ZON e a Optimus já entrou na Comissão de Mercado e Valores Mobiliários (CMVM). Confirmando a entrada do pedido, fonte oficial do regulador acrescentou que "a CMVM tem agora 10 dias para se pronunciar".

O regulador tem agora dez dias úteis para responder a este pedido, enviado por Isabel dos Santos, a maior accionista individual da Zon, com 28,8% do capital, e pela Sonaecom, accionista único da Optimus. Os accionistas das duas empresas já deram luz verde à fusão mas esta está dependente da dispensa de lançamento de OPA por parte da CMVM. O processo está também em apreciação na Autoridade da Concorrência, que já recebeu o parecer de não oposição da ERC e que amanhã receberá o parecer da Anacom.

Fonte: Económico

Categorias: ,

Sem comentários:

MEO
NOS
TDT
Comentários
Comentários