Os problemas de cobertura da rede de Televisão Digital Terrestre (TDT) obrigaram a Anacom a agir, abrindo uma consulta pública sobre a evolução da rede que ficou completa a 26 de abril de 2012. Agora o regulador quer mudar a configuração da rede.

A deliberação que defende a evolução para uma rede de multifrequência (MFN) - constituída por pequenas redes de frequência única (MFN de SFN) - já foi aprovada e submetida à audiência prévia da PT Comunicações. A consulta pública está também aberta até 9 de abril.

Segue-se a análise e divulgação pública dos contributos. O regulador já tinha admitido que a implementação da TDT "tem revelado que determinadas situações têm tido impacto no nível de qualidade de receção do sinal de TDT, não permitindo em particular a sua estabilidade", e os últimos números da DECO davam conta de que 62% dos utilizadores tinham queixas relativas à qualidade do sinal. A deliberação surge depois de uma consulta sobre a evolução da rede que contou com 67 contributos, tendo por objetivo encontrar "a melhor solução de compromisso entre a qualidade do serviço prestado pela rede, a eficiência espectral e o impacto na população".

Questionada a PT Comunicações e a Anacom sobre os efeitos práticos desta resolução na infra-estrutura criada para a TDT e nos custos da implementação e gestão da rede, mas sem resposta até à hora de publicação deste artigo. Fica a faltar também a informação de qual o calendário previsto para as mudanças estarem concluídas.

Ainda ontem foi conhecido um estudo do Observatório Europeu do Audiovisual sobre a oferta de canais no serviço de Televisão Digital Terrestre que coloca Portugal em último lugar nos países com menor oferta de canais de TDT. Portugal só oferece cinco canais (na prática quatro mais o canal do Parlamento) enquanto no topo da classificação aparece a Itália com uma oferta 118 canais.

Fonte: TEK

Categorias: , ,

5 comentários:

  1. num país a sério este assunto resolvia-se em 1 mês, por aqui é mais do mesmo...

    ResponderEliminar
  2. Quem ganha com isto são os operadores de televisão paga, por isso temos a mais alta taxa de casas com televisão paga de toda a Europa. Podem agradecer a ANACOM.

    ResponderEliminar
  3. AGRADEÇAM À Autoridade da Concorrência, ANACOM, ao Governo, e especialmente à PT, que como é óbvio, enquanto for a PT a liderar a TDT em Portugal, podem esperar 100 anos pra terem mais 2 ou 3 canais... A PT é um cancro, e NUNCA lhe devia ter sido atribuído a criação da TDT em Portugal, e só num país corrupto como o nosso, isso é possível...

    Mas que raio de cabeças entregam a criação, montagem e exploração da TDT por dezenas de anos à PT, quando é uma empresa que se rói todos os dias pra ganhar clientes pra Televisão Paga em todo o país????? Mas esta gente sabe o que são conflitos de interesses???? É claro que sabem, e todo este processo foi propositado para a TV Paga crescer todos os anos num país onde as pessoas cada vez têm menos dinheiro pra comer e vestir, e levar ao charco a TV Gratuita por ficar parada no tempo no nº de canais, e pior, no simples acesso a esses canais, que muitas vezes é deficiente ou mesmo em apagão total...

    A PT, nem a posso ver à frente... Além de nos terem roubado durante dezenas de anos em assinaturas mensais de telefone por falta de concorrência no século XX, agora criaram o processo corrupto e vergonhoso do século XXI da TDT...

    É TRISTE, é VERGONHOSO, e este processo foi talvez dos mais corruptos de sempre na História da democracia de Portugal em 40 anos...

    ResponderEliminar
  4. Portugal é mesmo assim, enquanto não houver um corte politico com estes políticos profissionais, nunca iremos mudar. Vejam a rapidez que levaram a calar aquele senhor brasileiro da u do minho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas, a DECO não a calaram...

      Eliminar

MEO
NOS
TDT
Comentários
Comentários