O regulador e o Instituto da Segurança Social vão lançar uma ação de sensibilização direta junto do universo de pessoas que são elegíveis ao subsídio de apoio à instalação de antenas para a receção de televisão digital terrestre. "Trata-se das pessoas com 65 ou mais anos de idade, que vivam em situação de isolamento social, rendimentos inferiores a 500 euros mensais, que não tenham televisão paga e migrem da televisão analógica para a digital", refere a Anacom, em comunicado.

"Por se tratar de um público com características muito próprias, que dificultam o acesso à informação, designadamente pela situação de isolamento social em que vivem, entendeu a Anacom que só um contacto direto se revela eficaz para lhes fazer chegar a informação sobre a possibilidade de ainda poderem requerer os subsídios até ao dia 26 de Abril", data limite para o pedidos serem recebidos pela Portugal Telecom (PT), "pelo que as pessoas que pretendam requerer os apoios devem fazê-lo com alguns dias de antecedência face ao final do prazo".

Neste processo, "o papel do Instituto da Segurança Social, localmente, é de extrema relevância". Cada uma das mais de 200 mil pessoas identificadas pela Segurança Social receberão em sua casa uma carta e o formulário que deve ser preenchido para requererem o subsídio. "Para garantir que o maior número possível de pessoas possa requerer os subsídios, a Anacom decidiu prorrogar a vigência dos programas de subsidiação da TDT por três vezes: até Agosto de 2012, Dezembro de 2012 e, recentemente, até 26 de Abril de 2013. Após esta data já não será possível solicitar os apoios”, lembra o regulador.

Fonte: M&P

Categorias:

Sem comentários:

MEO
NOS
TDT
Comentários
Comentários