A Cabovisão voltou a alterou esta tarde parte das frequências do serviço analógico, isto apesar de ainda em agosto já ter feito uma grande reorganização, que não foi a primeira do ano 2012.

Com a nova mudança feita hoje, houve lugar, novamente, à saída de canais, neste caso o desportivo Eurosport 2 e o musical MCM Pop. Em apenas um ano o serviço analógico da operadora perdeu 12,5% da sua oferta, correspondente a cinco canais, depois de uma perda acumulada de 13% até 2011. Os clientes da empresa podem contar agora nas suas televisões com um total de 35 canais.

Esta retirada, tal como todas as outras feitas recentemente, não foi comunicada previamente aos clientes. Mas esta não é a única "machadada" na comunicação da empresa, uma vez que, foi posto fim à página oficial da operadora no Facebook, que esteve, nos seus últimos dias de vida, assoberbada de reclamações pela cobrança, também não anunciada, da emissão da fatura em papel. Descontentamento de tal ordem que motivou a publicação da notícia na imprensa, nomeadamente no Correio da Manhã, onde a DECO referiu que a "atitude é lesiva dos clientes" e que a Cabovisão "não pode impor um custo que não estava previsto quando o contrato foi realizado."

Por: Grelha TV


20 comentários:

  1. Afinal as novidades que ai vinham anunciadas com grande pompa, foram um flop.

    Perda de canais , boxes novas que ninguém vê , canais franceses para encher chouriços, telefones com avarias devido ao novo router SAGEM, internet instavel e aumento de preços na factura.

    Boa Cabovisão ... só ganhas clientes assim.

    ResponderEliminar
  2. aqui no algarve ainda não houve alteração nenhuma.

    ResponderEliminar
  3. A Cabovisão (a operadora que eu tenho) teve uma actualização de canais hoje. O Travel Channel (que tinha sido substituido há um mês atrás pelo canal francês Escales) voltou à grelha de canais ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isto significa que, com esta actualização, o Escales saiu, de momento, da grelha de canais

      Eliminar
    2. Isto falando do pacote digital ;)

      Eliminar
  4. E o Luxe TV ? e o Cartoon ? e o fashion TV? e o bbc enterteiment ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. nenhum desses voltou ainda

      Eliminar
  5. opa mais uma alteração de frequências não, e vão logo esses dois a música fica linda agora só 2 com a MTV só a dar quase de madrugada e o VH1 cada vez pior.

    arranjem uma solução para o analógico!

    ResponderEliminar
  6. o cartoon voltou

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Confirmo que voltou o Cartoon Network/TCM... ;)

      Eliminar
  7. opa metam lá o Dance Nation TV ou o VIVA, ou mesmo o EURONEWS são abertos por satélite, portanto grátis

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu quero canais musicais britânicos do tipo B na grelha da ZON (BOX, Magic, Dance Nation, Kiss, Kerrang, Clubland TV e Smash Hits).
      Assim dava para resolver alguns dos 16 a 18 problemas da grelha de canais da ZON.

      Eliminar
    2. Alguns dos canais de musica que mencionei estão na Zap (Angola e Moçambique).
      Ver para crer: www.zap.co.ao
      Tem lá canais que por cá ha na Meo mas o dono é a Zon. E a Isabel dos Santos.

      Eliminar
    3. o que e que tu percebes disso?? era adicionar os mtvs e nrj que a numericable tem na grelha deles e tava o assunto resolvido

      Eliminar
    4. não é o Anónimo de cima!!!

      Eliminar
  8. porquê estes gajos não arranjam um sistema ONT como o MEO??


    o analógico está deplorável

    ResponderEliminar
  9. Estes gajos nem a nova box conseguem por a funcionar:
    http://forum.zwame.pt/showthread.php?t=749555&p=9692774&viewfull=1#post9692774

    ResponderEliminar
  10. Nova box: suspensa as instalações
    está a dar barraca a mais

    nem um produto ja maduro em frança conseguem instalar...

    ResponderEliminar
  11. esta alteração de frequências deixou alguns canais com má qualidade de imagem, por exemplo FOX, MTV-P entre outros.

    talvez devido à compressão

    ResponderEliminar
  12. Disney Júnior chegou à Cabovisão, posição 51

    ResponderEliminar

MEO
NOS
TDT
Comentários
Comentários