A ZON, a Vodafone e a Optimus admitem participar no concurso público para a prestação do serviço universal de telecomunicações, que será lançado esta semana pelo Governo, após a tutela ter chegado a acordo com a Portugal Telecom (PT) sobre a cessação do contrato, que terminava em 2025.

Em causa está o fornecimento, "em qualquer ponto do país, de um serviço de telefone fixo de qualidade, ao menor custo possível", como explicou o ministério da Economia, que conta ter o processo concluído no primeiro trimestre de 2013. O Governo está a apostar na neutralidade de rede, pelo que qualquer operador, fixo ou móvel, pode participar, num concurso onde prevalece o preço mais baixo oferecido.

"A ZON, enquanto operador de telecomunicações, vai naturalmente analisar os três concursos [comunicações, postes públicos e listas telefónicas] e, na devida altura, tomará uma decisão", confirmou fonte oficial. ao Diário Económico.

Também a Vodafone "admite a eventual participação no concurso, mas realça a atual indisponibilidade de informações complementares essenciais, que lhe permitam aferir, de forma definitiva, sobre o interesse e viabilidade da sua participação". A mesma fonte realça ainda que "a manutenção da ausência de informação poderá determinar um desequilíbrio importante na posição dos eventuais interessados em participar no procedimento."

Fonte: Económico

Categorias: , ,

Sem comentários:

MEO
NOS
TDT
Comentários
Comentários