A Associação Nacional de Municípios (ANMP) pediu à Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM) para realizar uma investigação sobre a migração para a Televisão Digital Terrestre (TDT).

"Em agosto, entreguei ao novo conselho consultivo da ANACOM a proposta de haver um inquérito sobre a forma como decorreu todo este processo e foi aprovada por unanimidade", diz o secretário-geral ANMP. Artur Trindade diz que faltou "transparência" ao processo e critica o regulador. "A ANACOM devia ter fiscalizado e nunca o fez. Aliás, é muito estranho que seja um regulador a lançar o próprio concurso. Não conheço nenhum que o tenha feito", refere. As críticas vão também para José Sócrates e Pedro Passos Coelho: "O anterior Governo não devia ter dito à ANACOM para fazer o que fez e o atual devia ter suspenso o processo no ano passado. Foi o que sugerimos. Quando Portugal estivesse em condições, então que viesse a televisão digitalizada".

Fernando Ruas, presidente da ANMP, revela casos concretos de falhas da TDT. "Foi-me transmitido pelo presidente da junta de Cota, concelho de Viseu, que há falhas na zona de transição com Vila Nova de Paiva". Têm existido ainda falhas de sinal no Crato, uma situação que se estende a Castelo de Vide, Portalegre. "Antes de haver apagões sabíamos que existiam situações mal esclarecidas", acrescenta Artur Trindade. E questiona: "Porque é que numa altura em que o País vive uma situação de dificuldade, se obriga as pessoas a gastar dinheiro para ver televisão? É um absurdo."

Fonte: CM

Categorias:

Sem comentários:

MEO
NOS
TDT
Comentários
Comentários