O parlamento já recebeu a carta enviada pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC), a qual vai ser distribuída em setembro aos deputados do conselho de direção da AR TV, disse ontem à Lusa fonte oficial.

No domingo, a Lusa noticiou que o presidente da ERC, Carlos Magno, tinha enviado um parecer ao parlamento onde considera que o canal AR TV necessita de licença para emitir em sinal aberto na televisão digital terrestre (TDT). Contactada pela Lusa na segunda-feira de manhã, fonte oficial do gabinete da presidência da Assembleia da República afirmou que ainda não tinha recebido o documento do regulador.

Em declarações ontem à Lusa, fonte oficial disse que "a carta da ERC deu entrada no gabinete da presidente da Assembleia da República na segunda-feira, dia 20 de agosto, às 17h25". A carta "foi entregue em mão", acrescentou a fonte, que disse que esta "será distribuída em setembro aos deputados do conselho de direção do canal Parlamento e só depois é que haverá comentários".

A 15 de junho, os partidos com assento parlamentar aprovaram um projeto de resolução conjunto para permitir que o canal Parlamento passe a ser transmitido em sinal aberto, com a expectativa de que este começasse a ser emitido a partir de setembro.

Fonte: i

Categorias: ,

3 comentários:

  1. A palavra "Parlamento" está mal escrito no título.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Anónimo,

      O erro já foi corrigido, muito obrigado pelo alerta.

      Cumprimentos

      Eliminar
  2. Muita tinta ainda vai "rolar" com este canal ARTV Parlamento na TDT nacional.

    ResponderEliminar

MEO
NOS
TDT
Comentários
Comentários