A CAEM (Comissão de Análise de Estudos de Meios), já enviou à GfK a carta onde são enumeradas as correções que esta empresa terá de executar no sistema de medição de audiências televisivas. Apesar das alterações terem diferentes datas para estarem implementadas (algumas, por exemplo, são imediatas), a data-limite para que o novo sistema esteja a funcionar em pleno é janeiro de 2013.

A empresa terá de começar por alterar o establishment survey (estudo de base), um trabalho que irá demorar cerca de dois meses, adiantam fontes do mercado. Aqui, por exemplo, terão de ser feitas, aproximadamente, cinco mil novas entrevistas, para completar e substituir algumas das elaboradas inicialmente.

Após este trabalho estar concluído, começará a ser renovado o painel, que tem de ter mil e cem lares e é extraído do estudo-base, sendo que o recrutamento dos novos elementos só deverá suceder em dezembro. Entre as dezenas de alterações que vão ser feitas estão a adaptação do novo painel aos Censos de 2011 e à Televisão Digital Terrestre.

A CAEM, considera que o painel deve ser ajustado em função do novo estudo base. Além disso, sugere que este seja estratificado com base em cinco variáveis: região, habitat, agregado familiar, classe social e tipo de acesso à televisão (em sinal aberto ou serviços de TV paga). Além disso, diz que as quotas do painel devem ter em conta dados do Instituto Nacional de Estatística e da ANACOM.

Fonte: CM

Categorias: ,

Sem comentários:

MEO
NOS
TDT
Comentários
Comentários