O ICAP (Instituto Civil de Autodisciplina da Comunicação Comercial) deu razão à queixa da ZON contra a campanha da PT que apresentava o MEO como líder de triple play. Segundo a deliberação do júri de Ética, a campanha deverá cessar de imediato e "não deverá ser reposta seja em que suporte for – quer na sua totalidade, quer em termos parciais – caso se mantenham os tipos de ilícito apurados".

Segundo os excertos da deliberação divulgados pela ZON, em causa está a discrepância de valores que a PT usa para justificar a liderança. À ANACOM, "a operadora reportou 665 244 clientes triple play, utilizando a definição de pacote triple play que está em vigor e que consiste na existência de uma oferta comercial de um único operador que englobe três serviços, comercializada como uma oferta única e com uma única fatura". Já à CMVM "a PT considera clientes triple play do MEO aqueles que subscreveram a um único operador três serviços, associados apenas a uma conta de cliente, numa oferta em pacote ou não. Os serviços podem ser de marcas diferentes [MEO, Sapo, TMN, Telepac]." Neste caso, a PT afirmava ter 728 mil clientes.

Na deliberação, o ICAP sustenta que a PT "pode ter fundado a sua alegada liderança do mercado triple play, numa quota obtida através de clientes PT com os três serviços em causa, mesmo que …de marcas diferentes, logo não da marca MEO, comunicada como líder de mercado".

A queixa da ZON foi apresentada a 11 de junho. Nessa altura a ANACOM denunciou uma "disparidade" entre o número de clientes triple play reportados pela PT no primeiro trimestre e os que a operadora divulgou no seu sítio e comunicou à CMVM. A PT contrapôs que "comunicou ao mercado a liderança do triple play fundamentada no número total de clientes que subscrevem simultaneamente à PT os três serviços".

Fonte: M&P

Categorias:

3 comentários:

  1. Pinto da Costa08/07/12, 23:23

    Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  2. Eu continuo é a ver a publicidade na TV -.-'

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

      Eliminar

MEO
NOS
TDT
Comentários
Comentários