Os efeitos da crise económica não parecem afetar os canais de pornografia do cabo. O canal Hot, o primeiro canal português para adultos, tem mais de 20 mil subscritores nas diversas plataformas e operadores. "A informação que tenho tido é de que a grande maioria dos canais pagos baixa, mas nós temos mantido", disse Carlos Ferreira, da Hot Gold, dona do Hot TV.

Há três anos, a maior fonte de receitas da empresa era a venda de DVD, que representava 75% da faturação. Atualmente significa menos de 20%. "A receita maior vem da TV paga, vídeo-a-pedido e da área digital. Cada vez mais, as pessoas consomem este tipo de produto na TV ou no computador e muito menos nas lojas físicas", revela o empresário.

O canal Hot, lançada há três anos, lidera na sua área e tem vindo a crescer no mercado. "Estamos em todos os operadores de televisão, e também nos móveis. Estamos também on line. Somos o único canal premium em Portugal disponível em multi-plataformas, mas disso ninguém fala porque se trata de pornografia", diz Carlos Ferreira. Para o empresário, o sucesso do canal deve-se à diversidade da sua programação, também com produção nacional. "O canal tem cem filmes diferentes por mês e uma estreia diária. Era impossível sustentar esta grelha só com produção nacional, que representa 10% dos conteúdos."

Fonte: CM

Categorias:

Sem comentários:

MEO
NOS
TDT
Comentários
Comentários