ANACOM esclarece que números que a PT lhe enviou não são os mesmos dos divulgados em comunicado. Nos números da ANACOM, PT mantém-se na segunda posição no triple play. E enviou assunto à Direção-Geral do Consumidor por causa da campanha publicitária.

Depois da Portugal Telecom (PT) ter feito um comunicado anunciado a sua liderança no mercado triplo (conjunto de três serviços - voz fixa, Internet e televisão), a ANACOM veio esclarecer que os seus números não coincidem com os da operadora. E assim atribui à PT um total de 665 244 clientes triple play contra os 728 mil clientes que a operadora disse ter. O que a relega para a segunda posição, já que segundo a ANACOM com base no seu critério a ZON tinha nesse período 715 656 clientes triple play.

"A ANACOM – Autoridade Nacional de Comunicações constatou uma disparidade entre o número de clientes triple play da Portugal Telecom no primeiro trimestre deste ano, divulgado pela operadora num comunicado publicado no seu site e nos meios de comunicação social, e os dados que a operadora reportou a esta Autoridade para o mesmo período", explica o regulador num esclarecimento publicado no seu "site", acrescentando ter contactado a PT para esclarecimentos e que concluiu que a "operadora utilizou diferentes critérios de contabilização para apuramento do número de clientes triple play do MEO no período em causa".

Assim, na informação enviada à ANACOM, referente ao primeiro trimestre, a operadora reportou 665 244 clientes triple play, "utilizando a definição de pacote triple play que está em vigor e que consiste na existência de uma oferta comercial de um único operador que englobe três serviços, comercializada como uma oferta única e com uma única fatura - sendo esta a definição utilizada pela Comissão Europeia (CE) e pela ANACOM". Mas na informação à CMVM, a a PT considerou "clientes triple play do MEO aqueles que subscreveram a um único operador três serviços, associados a apenas uma conta de cliente, numa oferta em pacote ou não. Os serviços podem ser de marcas diferentes".

Por isso, "como o critério utilizado pela operadora é diferente daquele que usa no reporte de informação à ANACOM, vem esta Autoridade esclarecer que aquele número não é passível de confirmação por parte desta Autoridade". No entanto, porque a PT utiliza os seus dados numa campanha publicitária, a ANACOM enviou o assunto à Direção-Geral do Consumidor.

Fonte: Negócios

Categorias:

Sem comentários:

MEO
NOS
TDT
Comentários
Comentários