O caso, que aconteceu com um jornalista de uma revista da Impresa, está relacionado com a migração do serviço de email da ZON para a plataforma Microsoft Live, que aconteceu no dia 25 de abril. Primeiro, o cliente ZON deixou de conseguir aceder à sua conta de email (@netcabo.pt).

Depois, ao aceder via Web, verificou que a sua conta estava associada a uma outra conta Live de uma pessoa que desconhece (nome estrangeiro). O cliente ZON em questão passou a ter acesso aos serviços Live do tal utilizador desconhecido (Messenger e SkyDrive, por exemplo). É razoável acreditar que o inverso pode estar a acontecer, ou seja, o utilizador desconhecido pode estar a aceder aos emails do cliente ZON. Mas será mesmo assim?

Não, segundo a ZON. A operadora garante que o problema deve-se a uma infeção de malware que afetou o PC do cliente. A dita infeção terá também alterado dados do perfil de utilizador, a começar pelo nome. Ou seja, segundo a operadora o facto de o problema ter surgido logo após a migração das contas de e-mail terá sido apenas uma coincidência.

Fonte: Exame Informática

Categorias:

Sem comentários:

MEO
NOS
TDT
Comentários
Comentários