A AR Telecom vai pôr fim ao seu negócio residencial e está a sugerir aos seus clientes que mudem para a ZON.

A Autoridade da Concorrência (AdC) "encontra-se, neste momento, a averiguar se a alegada transferência de bases de dados de clientes [da Ar Telecom para a Zon] poderá consubstanciar uma alienação de activos, enquadrável como operação de concentração", confirmou a entidade liderada por Manuel Sebastião.

A AR Telecom informou os seus clientes residenciais que ia a partir de 30 de Novembro pôr fim às suas operações, sugerindo no contacto telefónico que estes clientes se transferissem para a ZON.

A ZON diz-se alheia a este sugestão, já a AR Telecom não assume que indique um único operador. Na carta que enviou aos clientes, a operadora detida pela SGC Telecom, de João Pereira Coutinho, indicava um número de telefone para dar sugestões alternativas aos clientes, mas as alternativas recaem na ZON.

A SGC Telecom detém 2% do capital da ZON. Mas esta transferência não foi solicitada à Autoridade da Concorrência que, assim, está a verificar se havia motivos para a notificação de uma operação de concentração. Caso conclua que existe fundamento para uma notificação, e pelo facto de não o terem feito, pode, além de obrigar à notificação, aplicar uma coima que não exceda 5% da média diária do volume de negócios do último ano, por cada dia de atraso, a contar da data fixada na decisão.

Fonte: Negócios

Categorias: ,

4 comentários:

  1. é o que vai acontecer à Cabovisão um dia...

    ResponderEliminar
  2. e não deve faltar muito para isso acontecer...

    ResponderEliminar
  3. Pois, acho que é o melhor, já tou farto da cabovisão, e não tenho outro operador aqui

    ResponderEliminar
  4. Cabovisão ainda é o nº3

    ResponderEliminar

MEO
NOS
TDT
Comentários
Comentários