O Conselho Regulador da ERC, ainda sob a presidência de Azeredo Lopes, decidiu aplicar uma coima de vinte mil euros à SIC "na qualidade de detentora do serviço de programas SIC Radical", em função do processo que havia instaurado a propósito do programa Especial de Natal, de Rui Sinel Cordes, exibido na quadra festiva do ano passado naquela antena.

Aquando da deliberação, a ERC falava em violação de "modo flagrante", dos limites à liberdade de programação descritos na lei, assinalando que assinala que o programa tinha "conteúdos de violência física e psicológica", "referências discursivas à sexualidade", "referências a pessoas concretas (com particular enfoque em figuras públicas)", "referências com incidência na dignidade humana e direitos, liberdades e garantias" e uma "linguagem grosseira".

Recorde-se que o novo Conselho Regulador, dirigido por Carlos Magno, tomou posse esta quarta-feira.

Fonte: M&P

Categorias: ,

Sem comentários:

MEO
NOS
TDT
Comentários
Comentários