A ANACOM vai actuar juridicamente contra a ZON por esta operadora tentar vender serviços de televisão paga em Alenquer supostamente para garantir o acesso à Televisão Digital Terrestre (TDT).

"Este comportamento é absolutamente inaceitável, porque não é um comportamento ocasional", disse à agência Lusa Eduardo Cardadeira, administrador da Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM).

De acordo com a mesma fonte, a ANACOM e a ASAE (Autoridade de Segurança Alimentar e Económica) têm desenvolvido acções de fiscalização para verificar o comportamento das operadoras e detectou, assim, alguns quiosques móveis da ZON em Alenquer com cartazes a dizer que, com o desligamento do sinal analógico, só seria possível ver televisão com o serviço pago e anunciando tarifas especiais para Alenquer.

Os serviços jurídicos da ANACOM estão a analisar os mecanismos jurídicos disponíveis para actuar nestas situações e, segundo Eduardo Cardadeira, "serão usados todos os possíveis".

Numa nota de imprensa, a ANACOM critica a actuação da ZON, por estar a induzir em erro as populações, e promete actuar "com firmeza contra este tipo de comportamento".

"Esta actuação é lesiva dos interesses das pessoas, que terão de suportar o pagamento de produtos e serviços de que não necessitam, já que a televisão digital terrestre é gratuita", diz o comunicado acrescentado que com a passagem para a TDT as populações podem continuar a ver televisão desde que tenham um televisor compatível com a norma MPEG-4.

Quem não tiver uma televisão destas deverá comprar um descodificador compatível com a norma e ligá-lo ao televisor antigo.

Um porta-voz da ZON disse à Lusa que a empresa tem actividade comercial em quase todo o país e "é natural que tenham actividade nas zonas em que os consumidores vão ter de optar por uma nova forma de ver televisão", apresentando vários produtos disponíveis.

No entanto, a ZON vai ter em atenção o comunicado da ANACOM, vai "averiguar se algum agente está a ter um comportamento menos correcto" e tomar medidas se necessário.

Eduardo Cardadeira disse à Lusa que a ANACOM vai continuar a apostar na informação das populações para que "as pessoas não sejam enganadas por comportamentos pouco éticos".

Fonte: TVI24

Categorias: , ,

2 comentários:

  1. Safa!!! Este é um forum absolutamente obsessivo com a TDT!! Que chaga!! Já não há paciência! Sempre a mesma treta!!

    ResponderEliminar
  2. A ler a sua primeira palavra, deve ser mais um brasileiro que só sabe vir retirar empregos aos portugueses e ainda chatear-nos!

    ResponderEliminar

MEO
NOS
TDT
Comentários
Comentários