Na comemoração do 15º aniversário, o canal Odisseia, anunciou, que a partir de 1 de Março, vai passar a ter uma emissão independente para Portugal, e apoiará a produção de documentários nacionais.

"Numa época de crise, o que se pode fazer é gastar mais. Quisemos fazer uma inversão nesse cenário de crise e fazer um canal cem por cento português", disse em Lisboa o director do canal Odisseia, Roberto Blatt, que pretende ainda que “Portugal e Espanha tenham canais próprios, com potencial para competirem com as grandes cadeias internacionais”.

Com uma imagem renovada, introduzida com a separação do sinal espanhol, o canal manterá a presença de documentários de todo o mundo, e irá estrear também, mais documentários portugueses. "A ideia passa por tornar o Odisseia o lugar de todos os documentários portugueses relevantes”, disse o responsável pela estação de televisão.

Em Março, serão exibidos, por exemplo, "Li Ke' Terra", de Filipa Reis, João Guerra e Nuno Baptista, premiado no Doclisboa 2010, e "Se podes olhar vê, se podes ver repara", de Rui Simões. 

No catálogo da Chello Multicanal, existem ainda as versões ibéricas dos canais História e Bio, que incrementariam a sua qualidade, com a separação do sinal para Portugal e Espanha.

Com: Lusa, Diário Digital e JN

7 comentários:

  1. Com o 15º Aniversário, o Canal Odisseia já devia ter o Canal em HD...

    ResponderEliminar
  2. novo logotipo:
    http://www.mundoplus.tv/noticias/?seccion=tv_digital&id=8504

    ResponderEliminar
  3. O Odisseia vai usar o mesmo logo que o canal Spektrum: www.spektrumtv.hu

    ResponderEliminar
  4. Isso é muito estranho...

    ResponderEliminar
  5. Não é nada estranho, uma vez que ambos canais pertencem à Chellomedia. O Odisseia através do Chello Multicanal e o Spektrum atavés da Chello Central Europe.

    ResponderEliminar
  6. Mas podiam ser um bocadinho mais originais e escusavam de se estarem a copiar.

    ResponderEliminar
  7. Um artigo com a nova imagem do Odisseia já foi publicado.

    ResponderEliminar

MEO
NOS
TDT
Comentários
Comentários